Ainda existem pessoas boas no mundo!

0
44

Um casal indiano adotou 12 crianças com HIV que as próprias famílias rejeitaram. Mas ainda bem que esse casal tem corações divinos e fizeram tamanha bondade da qual não se vê por aí todos os dias.

Conheça um pouquinho da história: Ajay Sharma e sua esposa Babita quebraram todos os paradigmas de sua cultura e adotaram 12 crianças com HIV. Todas as histórias são semelhantes, perderam os pais com a doença e nenhum parente da família acolheu os pequenos. Entre sete e 17 anos as crianças vivem com o casal na cidade de Ganganagar. Onde encontraram uma casa adequada para viverem com todas as crianças.

Sofreram preconceitos dos vizinhos que não aceitaram bem o fato das crianças terem HIV. Mas aos poucos a situação mudou, e as crianças e o casal tem tido apoio de médicos e professores. Comovidos com a iniciativa do casal esses professores e medicos se deslocam até a casa para prestar uma melhor assistência a eles.

Eu sinto uma onda de energia positiva quando encontro essas crianças. Elas são tão cheias de vida. Só rezo para que a ciência encontre um tratamento viável para esta doença”, diz o Dr. Rajiv Prakash, pediatra que visita regularmente a casa. Há três anos, a professora Neema Jain ensina hindu, inglês e matemática.

Sharma mudou de vida completamente depois de sofrer uma hemorragia cerebral e ficou em coma por 15 dias. Resolveu dedicar sua vida completamente as crianças carentes.
Depois de experimentar um encontro próximo com a morte, ele diz: entendi a importância de se estar vivo e decidi dedicar minha vida à causa das crianças carentes”.

Sharma adotou a primeira criança em 2008  na qual os pais haviam morrido, e os parentes abandonado, a criança que estava muito doente com o virus HIV mas felizmente a criança está bem.
“Minha consciência não me permitia deixar essa criança. Trouxe-o para casa e cuidei dele. Felizmente, ele sobreviveu”, disse Ajav.

Desde então Sharma tem se perguntado porque a sociedade é tão injusta com crianças que nem tem culpa de ter a doença. E resolveu mudar essa atitude. E desde então se dedica a cuidar de crianças com HIV.
E você pode conferir nas imagens que isso fez dele um ser humano mais Feliz.

adocao4