Hoje segunda feira e eu estou na maior preguiça e já é 12:40. Passei a noite toda com dor de estômago, não dormi direito, é dia de faxina, de fazer almoço, arrumar a Amélie e leva-lá para a escola. As horas passam em um piscar de olhos!

Mas ser mãe, dona de casa, esposa, amiga da vizinha e um ser humano comum é isso, é viver dia após dia tentando vencer o tempo que não da tempo para fazermos tudo o que precisamos. 

Mas nem só de lamentações vive uma mãe. Quinta feira que passou foi feriado aproveitei muito meu marido e filha por quatro dias, fez eu me sentir mais que amada. Fizemos tantas coisas que as tardes eu sempre acabava dormindo devido o esgotamento de energia materna.

Quinta feira brincamos em casa, almoçamos na casa da vó do meu marido e passamos a tarde por lá, sexta fomos ao super mercado e basicamente repetimos as atividades do dia anterior.
No sábado meu marido e eu passamos meio período sozinhos, mas como todo casal que tem filhos aproveitamos o tempo extra para pagar as contas na lotérica, almoçamos no shopping e pronto pegamos nossa filhotinha de volta e terminamos o sábado e domingo brincando.

E como de costume segunda feira corrida, encontrei um tempinho para um post, tudo isso porque eu chamei a Ana, a moça que as vezes me ajuda com a limpeza e organização da casa, ela é ótima.

Já levei a Amélie na escola, já almocei, tomei meu tradicional cafezinho e agora estou aqui no blog compartilhando meu dia mais que comum com vocês meus leitores prediletos.

Espero que a segunda de vocês seja tão divertida quanto a minha, e que tenham muitas histórias de segundas feiras para contar!

xoxo*